Até mesmo as folhas das parreiras (plantas responsáveis pela produção do fruto), são muito utilizadas em chás e em demais receitas (em sua maioria árabes), pois foram descobertas nelas inúmeras propriedades terapêuticas.

Engana-se quem pensa que o sabor é a maior característica da
uva.

As suas qualidades nutricionais também são muito apreciadas, sendo, inclusive, considerada como uma fruta rejuvenescedora. Isto porque, ao desenvolver ações antioxidantes no organismo por meio de seus componentes extremamente benéficos à saúde, ela previne o envelhecimento celular.

Por isso, desde a sua casca até as sementes devem ser aproveitadas. Existem inúmeros produtos envolvidos neste universo, que vão desde cápsulas de óleo extraído de suas sementes até mesmo cosméticos.

 “A
uva é rica em carboidratos, vitaminas do complexo B e vitamina C, minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, cobre e iodo. Por ser rica em antioxidantes e flavonoides está associada à diminuição do colesterol, combate aos radicais livres e função cardioprotetora”.